Eles chegaram
Imóveis como este da foto, no Jardim Canadá - à venda por R$ 2,1 milhões -, estão recebendo um “up” na comercialização graças à febre dos drones - equipamento manipulado por um controle remoto que voa com câmeras acopladas. Eles estão sendo usados para filmar e fotografar imóveis e áreas de alto padrão, por possibilitarem a visibilidade exata do entorno e da localização. Algumas imobiliárias usam a tecnologia para fidelizar o cliente – pedem exclusividade na venda em troca de incluírem uma divulgação com o uso do equipamento.

E não é qualquer pessoa que pode controlar um drone, pois requer experiência em aeromodelismo. A Piramid Imóveis, que optou utilizar o próprio equipamento, investiu R$ 7 mil na compra de um modelo e no treinamento do diretor Comercial da imobiliária, Antônio Carlos Peixoto, que é quem registra as imagens. A empresa já trabalha com drone há três anos, mas o número de clientes que buscam esse tipo de serviço aumentou cerca de 20% no ano passado – 40 vídeos foram produzidos com a tecnologia.