A escolha do novo imóvel não é fácil, ainda mais quando duas pessoas decidem morar juntas e têm de escolher um lugar em comum. Divergências começam a aparecer, mas convergências logo surgem quando o casal decide onde vai ficar.

Dentre as preferências dos homens na decisão de uma nova unidade, especialistas do mercado imobiliário dizem que eles se preocupam mais com custos do condomínio, localização, sala e varanda, além da cozinha, que está caindo no gosto de quem sabe cozinhar.

Já as mulheres, em geral, são detalhistas com a qualidade do imóvel, acabamentos, tamanho de banheiros e closet. “Ela se preocupa em procurar e comparar empreendimentos. Portanto, ela quem desfaz ou faz o negócio”, avalia André Silvestre, gestor imobiliário da Imobiliária Marcelino Freitas.

Alex Winter, corretor e consultor imobiliário, resume como geralmente as escolhas acontecem: normalmente quem escolhe é a mulher e o homem acata. “Pela minha experiência, vejo que elas são mais razão e eles querem adquirir de qualquer maneira”.

O administrador Leonel Oliveira, 30, e a gerente de Marketing Themisa Pimentel, 28, são exemplo. Com imóvel recém-comprado, eles dizem que houve sintonia. “Localização é que foi a divergência”, dizem. Ela preferia um apartamento próximo à praia. Mas ele queria uma unidade em região que oferecesse mais serviços, para poder sair a pé. Foi então que ambos decidiram morar na Aldeota e o novo apartamento foi adquirido.

Para agradar à família toda, construtoras costumam se preocupar com cada detalhe na hora de projetar novos empreendimentos. “Prezamos muito o estudo da planta do apartamento. Não somente em relação à beleza das fachadas e à área de lazer, que é muito importante em Fortaleza. Tentamos muito nos colocar no lugar do cliente”, enfatiza Mauro Clark, gerente comercial da WR Engenharia.

Na mesma linha segue a J. Simões Engenharia, que insere em seus projetos pontos que possam atender a todos os gêneros. “Posso citar como exemplo o Espaço Mulher, no empreendimento AltaVista (bairro Dunas) e o espaço Wine Bar, no Absoluto e no Serenitá Residence (bairro Cocó)”, exemplifica Daniel Otoch Simões, diretor comercial da J.Simões.

Apesar de homens e mulheres participarem igualmente do processo de compra de um imóvel, Daniel diz que o homem acaba por priorizar aspectos como área do apartamento, financiamento, fluxo de pagamento. “Já a mulher é mais atingida pelas opções de planta”.

ELES

 

Pensam no custo do condomínio

 

Localização é fundamental

 

Perguntam por financiamento

 

Fluxo de pagamento também é preocupação

 

Querem sala ampla para receber os amigos

 

Se tiver estar íntimo, eles ficam de olho

 

Cozinha está entre as preferências de homens que gostam de cozinhar

 

ELAS

 

Priorizam estrutura do condomínio

 

Espaço de lazer conquista, principalmente se tiver filhos

 

Espaço gourmet é um diferencial que chama atenção

 

São mais detalhistas com acabamento

 

Arquitetura é importante

 

Tamanho de banheiro

 

Espaço do closet

 

Fonte: Estadão